(71) 9.9923-3366 [email protected]

O que é Artrose da Coluna?

Agende uma Consulta

Siga minhas redes sociais:

Dor Lombar

Dores na coluna lombar são uma queixa comum nos consultórios médicos em todo o mundo, afetando milhões de pessoas e sendo uma das principais causas de incapacidade. No entanto, identificar a origem exata dessa dor nem sempre é uma tarefa simples. A complexidade da estrutura da coluna vertebral, junto com a variedade de possíveis causas de dor, exige uma abordagem cuidadosa e detalhada no diagnóstico. Neste artigo, exploraremos como os médicos abordam o diagnóstico da dor na coluna lombar, destacando a importância de ir além das imagens de ressonância magnética e entender a história clínica completa do paciente para determinar a verdadeira fonte do desconforto.

O que é osteoartrite da coluna?

Osteoartrite é também conhecida como osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa. É uma condição na qual a cartilagem protetora da parte superior dos ossos se degenera, desgasta ou rompe. Causando inchaço e dor e podendo causar alterações ósseas como o desenvolvimento de osteófitos ou esporões ósseos ou “bicos de papagaio’’.

Logo, a osteoartrite/ Artrose da coluna é uma ruptura, desgaste ou degeneração da cartilagem das articulações e discos no pescoço e parte inferior da coluna.

artrose da coluna

Epidemiologia

No geral, a osteoartrite espinhal acontece à medida que as pessoas envelhecem devido ao desgaste natural das articulações. As pessoas mais jovens normalmente desenvolvem osteoartrite por lesão ou trauma em uma articulação ou algum defeito genético envolvendo cartilagem.

A osteoartrite ocorre com mais frequência entre pessoas com excesso de peso e em pessoas que trabalham ou praticam esportes que demandam estresse repetitivo em certas articulações.

Sintomas da Artrose da coluna

Rigidez e dor na coluna são os principais sintomas descritos pela osteoartrite espinhal. Tais condições tendem a ser piores pela manhã, principalmente ao acordar (dor ao primeiro movimento) e geralmente diminui para um nível mais tolerável ao longo do dia, à medida que a pessoa realiza suas atividades, piorando depois ao final do dia.

A dor lombar na osteoartrite da coluna tem um padrão típico que corre para as nádegas e muitas vezes parece que está no quadril. À medida que piora, as pessoas geralmente relatam queimação na parte externa da coxa e, às vezes, dor na perna, o que gera um diagnóstico diferencial com a dor na raiz nervosa (ou ciática).

Também pode causar fraqueza ou dormência nas pernas ou braços se for grave o suficiente para afetar os nervos espinhais ou a própria medula espinhal.

A dor e a rigidez na coluna podem começar a ocorrer após longos períodos de inatividade, como longas viagens, ou assistindo um filme longo, ou trabalhando sentado por muito tempo. Como avanço da doença e aumento do atrito entre os ossos, a dor geralmente se torna substancial mesmo em repouso ou com muito pouco movimento.

Algumas pessoas experimentam pouca interferência com as atividades de suas vidas. Outros tornam-se severamente incapacitados, o que pode desencadear efeitos em sua vida social e emocional.

Diagnóstico da Artrose da Coluna

O diagnóstico da osteoartrite ou artrose espinhal é feito através da anamnese, exame físico e exames complementares solicitados pelo médico. Os exames complementares servem para auxiliar no diagnóstico e entre eles estão:

Raio X: procura danos ósseos, esporões ósseos e perda de cartilagem ou disco; no entanto, não são capazes de mostrar danos precoces à cartilagem.

Ressonância Magnética (RM): mostra possíveis danos aos discos ou estreitamento das áreas onde os nervos espinhais saem.

– Exames de sangue: exclusão de outras doenças.

Tratamento

Na maioria dos casos, o tratamento da osteoartrite espinhal visa aliviar os sintomas da dor e aumentar a capacidade funcional.

O tratamento da dor inicial pode incluir a perda de peso, se necessário, manutenção de um peso saudável. Também inclui exercícios, como natação, caminhada e hidroginástica, e fisioterapia.

Os tratamentos não medicamentosos disponíveis para osteoartrite espinhal incluem:

– Massagem.

– Acupuntura.

– Estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS).

– Compressas quentes ou frias.

Todos esses tratamentos devem ser realizados por profissionais com treinamento adequado.

Também podem ser prescritos medicamentos para tratar os sintomas, porém não há medicamentos que revertam o processo. Esses podem incluir analgésicos, opióides leves ou procedimentos intervencionistas da dor, como injeções de corticosteroides.

A maioria dos casos de osteoartrite espinhal pode ser tratada sem cirurgia, mas às vezes a cirurgia pode ser necessária. Nos casos em que há estenose espinhal, ou estreitamento do canal espinhal, função da bexiga e intestino prejudicados, sistema nervoso danificado ou quando a caminhada se torna muito difícil, a cirurgia provavelmente será recomendada.

author avatar
suporte

Deixe seu comentário

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende uma Consulta

Siga minhas redes sociais: